17 deputados votam contra projeto de PEC dos benefícios, da Bahia apenas Dayane Pimentel não aprovou

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (13), em segundo turno, a PEC dos Auxílios. Apenas 17 dos deputados votaram contra o texto. Outros 469 parlamentares votaram a favor da proposta, e teve ainda duas abstenções.

O resultado é uma vitória para o presidente Jair Bolsonaro (PL), que tenta a reeleição este ano. A proposta era uma aposta para melhorar o desempenho de Bolsonaro nas pesquisas eleitorais.

A PEC prevê reajuste de R$ 400 para R$ 600 do Auxílio Brasil (ex-Bolsa Família), aumento de R$ 53 para R$ 120 do vale-gás, criação de auxílio-caminhoneiro de R$ 1.000 e lançamento de um auxílio para taxistas, com custo de R$ 2 bilhões. As medidas valem até o fim de 2022.

Veja quais os deputados que votaram “não”

Adriana Ventura (Novo-SP) – Não

Alexis Fonteyne (Novo-SP) – Não

Bozzella (União Brasil-SP) – Não

Felipe Rigoni (União Brasil-ES) – Não

Frei Anastacio Ribeiro (PT-PB) – Não

Gilson Marques (Novo-SC) – Não

Guiga Peixoto (PSC-SP) – Não

Joice Hasselmann (PSDB-SP) – Não

Kim Kataguiri (União Brasil-SP) – Não

Lucas Gonzalez (Novo-MG) – Não

Marcel van Hattem (Novo-RS) – Não

Marcelo Calero (PSD-RJ) – Não

Paulo Ganime (Novo-RJ) – Não

Pedro Cunha Lima (PSDB-PB) – Não

PROFESSORA DAYANE PIMENTEL (UNIÃO BRASIL-BA) – NÃO

Tiago Mitraud (Novo-MG) – Não

Vinicius Poit (Novo-SP) – Não

Fonte: Bastidores do Poder

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

Brasil – Sem clima para aprovação, governo retira projeto do DPVAT de votação

O líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), retirou da pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do

  

Cabeça do Congresso – Senador baiano é eleito relator-geral do Orçamento

O senador baiano Angelo Coronel (PSD) foi eleito na tarde desta quarta-feira (24/04) relator-geral do Orçamento de 2025. A Comissão

  

Brasil – Projeto que libera estados legislarem sobre armas avança na Câmara

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta quarta-feira (24) um projeto de