70% dos brasileiros afirmam que há homofobia no país, diz pesquisa

O Brasil continua a liderar o ranking dos países que mais matam pessoas LGBTQIAPN+. Em 2023, foram registradas 257 mortes violentas, o que indica que, a cada 34 horas, uma pessoa da comunidade perdeu a vida de forma violenta no país por transfobia, segundo Grupo Gay da Bahia (GGB), a mais antiga organização não governamental (ONG) LGBT da América Latina. Outro estudo mostra que cerca de 70% dos brasileiros acreditam que existe homofobia no país. Os dados são da pesquisa PoderData de 2024 e revelam que, comparado a 2022, a taxa subiu sete pontos percentuais.

A diversidade, equidade e inclusão é fundamental para uma sociedade, pois reflete sua inclusão e acessibilidade para todas as pessoas. Para promover isso, é essencial envolver toda a população em diálogos relevantes, buscando fornecer informações e estimulando a luta contra a opressão, a violência e vários tipos de preconceito, incluindo o racismo e a homofobia.

Para a Head de DE&I da Condurú Consultoria, Jenifer Zveiter, é essencial promover a acessibilidade, equidade e igualdade de direitos em uma sociedade democrática. “Ao combater a homofobia, garantimos que de forma equânime, todas as pessoas tenham acesso igualitário aos direitos e oportunidades”, explica.

A ignorância e falta de interesse são, frequentemente, responsáveis por alimentar a homofobia. Diante disso, é essencial investir em uma educação inclusiva que aborde temas de diversidade sexual e de gênero desde cedo, nas escolas e em casa. Isso implica na implementação de programas educacionais que fomentem o respeito, a compreensão e a naturalidade de diversas orientações sexuais e de gênero.

“Como citado acima, é fundamental, incluir assuntos LGBTQIAPN+ nos currículos escolares, pois se trata de uma abordagem eficaz para desconstruir estereótipos܂Além disso, campanhas de conscientização bem-sucedidas desempenham um papel crucial na mudança de mentalidades e na transformação da sociedade como um todo”, destaca Zveiter.

Bastidores do Poder.

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

 

Salvador – Mais de 30 pré-candidatos deixam Solidariedade e filiam-se aos partidos da base de Bruno Reis

Um grupo com mais de 30 pré-candidatos a vereador deixaram o Solidariedade, que faz parte da base do governo Jerônimo

 

Salvador –  Bruno Reis lidera intenções de votos em todos os cenários

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), segue liderando as pesquisas de intenções de votos. Na mais recente, feita pela

 

Salvador – Duas outras boas notícias para Bruno Reis relativas à pesquisa AtlasIntel

Além da excelente notícia para Bruno Reis (União Brasil), faltando sete meses para o pleito, de que ele pode levar