Bahia – Deputado estadual Robinho deixa a base do governador Rui Costa e solta o verbo, afirma site

Após notícia de que o deputado estadual Robinho (PP) não fazia mais parte da bancada do governador Rui Costa (PP) ligamos para o parlamentar, ele confirmou a notícia e explicou que estava há muito tempo tentando trabalhar ao lado do governador, mas infelizmente não dá mais.

O ápice da discordância que culminou com o afastamento, foi a defesa do deputado Robinho (PP) ao colega Paulo Câmara (PSDB), que criticou o governo após os sucessivos aumentos nos preços de combustíveis no estado. Após ás crítica de Paulo Câmara, Rui Costa sugeriu que o deputado deveria ser interpelado pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba).

Robinho disse que há três anos o governador Rui Costa não paga as emendas impositivas que os deputados têm direito.

“Há muito tempo tenho tentado uma audiência com o governo para falar dos assuntos, problemas da região, mas o governo não atende, ele não faz agenda, não atende os deputados e quando o faz, ele atende 20, 30 deputados de uma só vez, não dá para focar no problema que você quer direcionar” falou o deputado.

“O marketing Rui Correria é correr dos problemas, ele sai todo dia, ele vai no interior, vai numa cidade, vai em outra, cada cidade é festa, cada prefeito que mostrar sua força, leva prefeitos vizinhos, leva pessoas, chega lá é festa, ninguém consegue falar como governador”.

Outro problema relatado por Robinho é a quebra de braço entre o Governo federal com o Governo do Estado, quanto o aumento no preço da gasolina. Alvo de muitas críticas nas redes sociais, o governo da Bahia é acusado de aumento abusivo no ICMS nos preços dos combustíveis. O que o governo Rui Costa está fazendo.

“Na hora que a Petrobrás dá um aumento, eles, os governos que são contra o presidente eles sobretaxa e o aumento fica acima do que a Petrobrás coloca, porque isso, porque na cabeça do povo o combustível é do governo federal, é hoje, 45% do valor que a pessoa paga na bomba e o gás de cozinha vai para o governo do estado e o deputado Paulo Câmara vem questionando esse assunto”

Ao site Bahia Extremo Sul, Robinho também disse que um jornalista perguntou o que ele achava de abrir uma Comissão de Ética contra Paulo Câmara e ele respondeu, se for para abrir uma Comissão de Ética para o deputado que tá falando a verdade a gente vai ter que abrir uma CPI para o governador que tem três anos que não paga as emendas impositivas, vamos ter que abrir uma CPI para investigar os 49 milhões da compra dos respiradores que não foram entregues.

Irritado com as críticas do deputado Robinho, o governo do estado em represália publicou no Diário Oficial do Estado deste sábado (21), a exoneração de todos os cargos comissionados indicados por Robinho.

Robinho terminou dizendo que o governo Rui Costa (PT) é um governo de propaganda e em todos os lugares em salvador o que se vê são outdoors enaltecendo obras do governo, mas a realidade é bem outra.

“O governador fica propagando vacinas quando na verdade é o governo federal que banca, o governo da Bahia ficou vários meses propagando a vacina Sputnik mais até hoje o baiano não viu nenhuma vacina que não seja do governo federal”.

Robinho é casado com a prefeita Luciana Machado de Nova Viçosa e está no seu segundo mandato como deputado estadual, o parlamentar disse que sua decisão é irreversível e ainda não tomou nenhuma decisão quanto a seu futuro.

Fonte: Portal do Sul

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

Bahia – Governador diz que fará reunião virtual com prefeitos para tratar sobre o Carnaval

Questionado mais uma vez sobre a realização ou não do Carnaval 2022, o governador Rui Costa (PT) disse, nesta sexta-feira

 

Sandro Régis rebate Rosemberg: “Retrocesso é a Bahia ser líder em homicídio e última em educação”

O deputado estadual Sandro Régis (Democratas), líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), rebateu nesta sexta-feira (3) as