Bahia – Governador diz que pediu à PM mais rigor contra quem for flagrado em aglomeração

O governador Rui Costa (PT), disse nesta segunda-feira (31) que solicitou ao comandante da Polícia Militar, Major Paulo Coutinho, que exija mais rigor na condução de pessoas que forem flagradas promovendo aglomeração na Bahia. Segundo o governador, ele pediu que essas pessoas sejam encaminhadas às delegacias, para abertura de inquérito policial.

A fala de Rui reflete as constantes ocorrências de festas e aglomerações em Salvador e no interior baiano, mostrando pessoas reunidas sem máscaras, aglomeradas em espaços fechados e sem adotar as medidas de saúde necessárias para conter o avanço da Covid-19. Segundo o governador, o estado registra 85% de leitos de UTI ocupados.

Rui Costa classificou as aglomerações propositais como um crime e disse trabalhar para acabar com a impunidade.

“Eu tenho solicitado do comandante da PM, Paulo Coutinho, o máximo de rigor e a condução dessas pessoas para a delegacia. Que seja aberto inquérito criminal, de crime previsto em lei federal, contra a saúde pública”, disse o governador.

“Não basta acabar com as festas, porque outras ocorrerão. É preciso que eles [os presentes] respondam a inquérito, para que sejam julgadas pelo risco que estão provocando. Meu pedido a todos os policiais não é só que encerrem as festas. Conduzam as pessoas à delegacia, para que elas sejam ouvidas, e o MP decida se irá fazer a representação judicial. Não podemos ficar de braços cruzados enquanto vidas humanas são perdidas por causa de pessoas que acham que não podem adiar seu festejo. É uma falta de respeito com a vida humana”, afirmou o governador.

Rui Costa também informou que se reuniu com prefeitos de cidades do interior e pediu empenho na fiscalização de aglomerações no período do São João. O governador pediu atuação firme das guardas civis municipais e mobilização para denúncia às polícias, quando houver infrações às medidas de saúde.

“Em março explodimos de casos [de ocupação de leitos de UTI]. Infelizmente hoje estamos com 85% de ocupação. Estamos com as unidades cheias. Não teremos capacidade e absorver nova leva de contaminados. Nem nós, nem a rede privada. Não temos mais esse ‘colchão de amortecimento’ para um grande volume de contaminados”, finalizou o governador.

As informações são do site G1/Bahia.

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

TSE atualiza sistema Filia após falsa filiação de Lula ao PL de Bolsonaro

O Sistema de Filiação Partidária (Filia), do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), voltou ao ar na sexta-feira, 16, com nova camada

 

Manifestação no dia 25 será o primeiro ato convocado por Bolsonaro depois do 8 de Janeiro

O ato em apoio a Jair Bolsonaro (PL) no próximo dia 25 na Avenida Paulista, em São Paulo, será a

 

Salvador – Otto Alencar reafirma que PSD não indicará vice para compor chapa de Geraldo Jr.

O presidente do PSD na Bahia, senador Otto Alencar, reafirmou nesta terça-feira (30) que seu partido não indicará nenhum nome