Bahia – Jerônimo nega que não esteja atendendo prefeitos e despista sobre Adolfo na Assembleia

O governador Jerônimo Rodrigues (PT) negou, ao ser questionado por este Política Livre na manhã desta quarta-feira (13), que não esteja dando atenção a prefeitos baianos, rebatendo vários deles, que têm reclamado de que não têm sido recebidos pelo gestor em audiências.

“110 municípios já receberam a minha visita. 110 em oito meses. Não tem como a gente imaginar que não estou dando atenção aos prefeitos. Eu passo o dia inteiro com eles. Além de lá, o gabinete também está recebendo todos os prefeitos que pedem agenda”, disse o petista.

Na ocasião, Jerônimo brincou: “Deve ser o carinho e a saudade que eles estão tendo de mim, e também tenho deles, vou receber todos com muito amor”.

Ele também despistou, ao ser indagado, se apoiaria um novo mandato do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Adolfo Menezes (PSD), na Casa. “Eu não apoio. Eu não voto. Eu não voto na Assembleia, lá são os deputados que votam”, respondeu.

“Quem me dera eu pudesse ter meu voto”, completou Jerônimo Rodrigues.

A fala do governador foi feita durante a entrega de 10 veículos exclusivos para vacinação hoje pela manhã. O ato foi realizado no pátio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador.

Política Livre.

 

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

 

Salvador – Mais de 30 pré-candidatos deixam Solidariedade e filiam-se aos partidos da base de Bruno Reis

Um grupo com mais de 30 pré-candidatos a vereador deixaram o Solidariedade, que faz parte da base do governo Jerônimo

 

Salvador –  Bruno Reis lidera intenções de votos em todos os cenários

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), segue liderando as pesquisas de intenções de votos. Na mais recente, feita pela

 

Salvador – Duas outras boas notícias para Bruno Reis relativas à pesquisa AtlasIntel

Além da excelente notícia para Bruno Reis (União Brasil), faltando sete meses para o pleito, de que ele pode levar