Bahia – Lideranças da Oposição e do União Brasil na ALBa disputadas por cinco deputados

Pelo menos cinco deputados estão no páreo pelas lideranças das bancadas da Oposição e do União Brasil (UB), na próxima legislatura da Assembléia Legislativa da Bahia.

A Oposição deverá contar com mais de 21 parlamentares, sendo dez do UB, três do Republicanos, três do PSDB, pelo menos três do PL, um do PDT e um do PSC. O posicionamento de PP e Solidariedade ainda é uma incógnita. O atual líder, Sandro Régis, já teria manifestada desinteresse pela função em 2023.

Entre os favoritos para liderança deste bloco estão os deputados reeleitos Samuel Júnior (Republicanos), Alan Sanches (UB) e Robinho (UB). Esse último, conforme uma fonte ligada ao candidato derrotado para governador ACM Neto (UB) seria “mais interessante” assumir a função em 2024, ano de eleições, pois tem um perfil mais combativo. Outro parlamentar que poderia ocupar o posto é Tiago Correia, mas esse deverá liderar o bloco composto por seu partido, o PSDB.

Para a liderança do União Brasil há pelo menos dois nomes: Marcinho Oliveira e Luciano Simões Filho. O segundo tem a seu favor o fato de ter mais experiência na Casa e conheceria mais o regimento, além dos detalhes do processo interno. Já Marcinho, apesar de novato, foi vice-prefeito e é considerado exímio articulador. Já conta com pelo menos cinco dos 10 votos.

Informe Baiano

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

Brasil – Sem clima para aprovação, governo retira projeto do DPVAT de votação

O líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), retirou da pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do

  

Cabeça do Congresso – Senador baiano é eleito relator-geral do Orçamento

O senador baiano Angelo Coronel (PSD) foi eleito na tarde desta quarta-feira (24/04) relator-geral do Orçamento de 2025. A Comissão

  

Brasil – Projeto que libera estados legislarem sobre armas avança na Câmara

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta quarta-feira (24) um projeto de