Bahia perde para o Grêmio e chega ao sétimo jogo seguido sem vencer na Série A

O Bahia chegou, neste sábado (21), ao seu sétimo jogo seguido sem vencer no Campeonato Brasileiro. Apesar do bom primeiro tempo, uma única falha defensiva na etapa final foi o suficiente para quebrar a confiança tricolor e determinar a sexta derrota no período. Dessa vez, para o Grêmio, por 2 a 0. Os gols foram marcados por Borja e Diego Souza.

A partida foi a primeira do Esquadrão sem Dado Cavalcanti no banco de reservas. O técnico foi demitido após o revés para o Atlético-GO, na última rodada, e, diante dos gaúchos, quem comandou a equipe foi Bruno Lopes, responsável pelo time de aspirantes.

Diego Dabove, técnico anunciado para o lugar de Dado, assistiu ao duelo da arquibancada da Arena do Grêmio.

Na próxima rodada, o Bahia segue longe de Salvador. Vai enfrentar o Fluminense, no dia 30 de agosto, uma segunda-feira, às 19h. O confronto deve marcar a estreia de Dabove.

O Bahia não fez muita questão de ficar com a bola no primeiro tempo, o que pode até ser considerado normal. Diante de um técnico Grêmio, fora de casa, a equipe comandada por Bruno Lopes de forma interina buscou ser muito objetiva em seus ataques, e fez uma boa etapa incial.

Logo no primeiro minuto, Conti lançou a bola para Nino, que encontrou Rossi na direita. Com liberade, o ponta entrou na área e finalizou cruzado com muito perigo.

Aos 9 minutos, Rodriguinho recebeu pelo meio e arriscou da intermediária, de esquerda. A bola passou com certo perigo ao gol de Gabriel Chapecó. Aos 26′, após perder a bola, o Tricolor conseguiu recuperá-la rapidamente e armou uma jogada para Raniele. De muito longe, o jovem volante chutou e, após desvio na devesa adversária, deu certo trabalho para o goleiro gremista.

O problema é que essa objetividade sumiu um pouco na segunda metade do primeiro tempo. Rossi e Rodriguinho estiveram um pouco isolados lá na frente, e talvez um outro jogador de maior velocidade pudesse facilitar essa saída em direção ao gol do Grêmio.

Aos 42 minutos, o Tricolor Gaúcho conseguiu criar sua primeira boa chance, com Rafinha. De esquerda, o lateral direito chutou da entrada da área e Matheus Teixeira caiu para espalmar para escanteio.

A melhor chance do Bahia e do jogo veio aos 46 minutos. Após cruzamento de Lucas Mugni, Rodriguinho apareceu livre na área e cabeceou na trave. Por muito pouco, o Esquadrão não foi para o intervalo com a vantagem.

Não demorou muito para que a animação do Bahia se desfizesse. O Grêmio abriu o placar com três minutos da segunda etapa. Rafinha cruzou na cabeça de Borja, que se aproveitou de uma falha defensiva e superou Nino facilmente pelo alto e estufou as redes de Matheus Teixeira.

Dois minutos depois, quase saiu o segundo, com Lucas Silva. Após erro de passe de Raniele, o Tricolor Gaúcho armou o contra-ataque e o volante finalizou com força de fora da área, para a boa defesa de Teixeira.

Alisson também teve sua chance de ampliar. Após novo erro de passe na saída do Bahia, a bola sobra para o atacante que, da entrada da área, chuta forte, próximo à trave direita do Tricolor Baiano.

Aos 20 mintuos, Gilberto deu uma entrada muito dura em Ruan, completamente fora da bola, e correu risco de ser expulso. O árbitro Caio Max Augusto Vieira apresentou apenas o amarelo.

O menino Raí quase fez história aos 26 minutos. Estreando no profissional, ele recebeu a bola dentro da área e, de esquerda, mandou uma bomba de primeira. Passou perto do travessão de Chapecó. Um lance que ilustra bem a sina que perseguiu o Bahia durante todo o jogo: o quase.

Do lado gremista, o quase não teve espaço. Diego Souza fechou a conta aos 49 minutos do segundo tempo. 2 a 0.

Bahia Noticias

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

 

Lula estuda formar federação do PT com outros partidos da esquerda

O ex-presidente Lula tem avaliado a possibilidade de formar uma federação entre o PT e partidos de esquerda para a

 

Caso queira confirmar candidatura ao governo da Bahia, ministro João Roma deve trocar o REPUBLICANOS pelo PL

A intenção do ministro da Cidadania, João Roma, de disputar o governo da Bahia está prestes a ir por água

  

Morre Cris Barros, presidente do PSOL em Salvador

Maria Cristina dos Santos Barros, conhecida como Cris Barros, presidenta do PSOL Municipal de Salvador-Bahia e secretária de Movimentos Sociais