Câmara de Salvador antecipa renovação de mesa diretora em um ano e reelege Geraldo Jr. presidente para mandato que começa em 2023

Numa decisão surpreendente, a Câmara Municipal de Salvador aprovou nesta tarde (29) por 35 votos (e quatro abstenções) a reeleição do vereador Geraldo Jr. (MDB) para mais um mandato à frente da Casa, antecipando uma escolha que deveria ocorrer só no final do ano ou início do próximo.

Seu novo mandato, no entanto, só começará em 2 de janeiro de 2023, quando termina o atual. A convocação para a sessão foi realizada por uma edição extra do Diário Oficial momentos antes do seu início, agora à tarde, para a qual os vereadores haviam sido mobilizados diretamente pelo presidente sem saber ainda o que votariam.

Antes de iniciar a votação, os vereadores decidiram, por aclamação, que Geraldo Jr. tinha direito a um novo mandato, apesar de a reeleição ser proibida no Legislativo. A nova mesa diretora passa a ter, além de Geraldo Jr. como presidente, o vereador Carlos Muniz (PTB) como seu primeiro-vice.

A escolha de Muniz é uma das três mudanças na chapa, já que a primeira vice era ocupada antes por Duda Sanches (UB). Isnar Araújo será o segundo vice e Sabá o terceiro vice-presidente. Todos vão cumprir o mandato a partir de janeiro de 2023.

Foram eleitos ainda Cátia Rodrigues (1ª Secretária), Ricardo Almeida (2º Secretário), Téo Sena (3º Secretário), Átila do Congo (4º Secretário), Alexandre Aleluia (Corregedor), Augusto Vasconcelos (Ouvidor), Anderson Ninho (Ouvidor Substituto) e mais quatro suplentes.

O vereador Cláudio Tinoco (DEM), que não aceitou permanecer na chapa, foi o único membro da bancada governista a protestar contra o processo eleitoral, alegando não saber que a reeleição, que foi proibida na Casa, como em outros Legislativos, havia sido aprovada pelos colegas. Joceval Rodrigues também não concorreu ao novo mandato.

Política Livre

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

Projeto do senador Ângelo Coronel determina benefício da audiência de custódia apenas para não reincidente

O senador Angelo Coronel (PSD-BA) apresentou Projeto de Lei para mudar o Código de Processo Penal e tornar obrigatória a

 

Bahia – Prefeito de Santaluz abandona base do governo e firma apoio a ACM Neto: “não cumpriram”

O prefeito de Santaluz, Arismário Barbosa Júnior (Avante), que havia declarado publicamente apoio ao ex-secretário de Educação da Bahia e

 

Bahia – Deputado Sandro Régis desmonta factoide de Rui Costa e Bahia é campeã nacional do desemprego

O deputado Sandro Régis (UB) demoliu o factoide do governo de Rui Costa, de que “nunca na história se investiu