Chance de estouro do teto da meta de inflação em 2023 é de 67%, diz BC no RTI

Com as estimativas do mercado acima do teto da meta de inflação deste ano, a chance de um terceiro estouro consecutivo em 2023 voltou a subir nas contas do Banco Central, conforme o Relatório Trimestral de Inflação (RTI) divulgado nesta quinta-feira, 28. No cenário de referência, a probabilidade de a inflação deste ano ficar acima do teto da meta (4,75%) é de 67%, contra 61% no RTI de junho.

Para 2024, atual horizonte relevante da política monetária, a chance de estouro do limite superior (4,50%) passou de 21% para 24%.

O cálculo tem como base a Selic variando conforme o Relatório de Mercado Focus e o câmbio atualizado com base na Paridade do Poder de Compra (PPC).

Já a probabilidade de a inflação ficar abaixo do piso da meta em 2023 (1,75%) continuou zero. O centro da meta deste ano é de 3,25%. Em relação a 2024, a chance de a inflação furar o piso de 1,50% passou de 9% para 7%. O centro da meta do próximo ano é de 3,0%.

Para 2025, a probabilidade de superar a banda superior continuou em 16% e, a inferior, seguiu em 12%.

Para 2026, a probabilidade de superar a banda superior também é de 16% e, a inferior, de 12%.

O alvo central contínuo a ser perseguido pelo BC a partir de 2025 também é de 3,0%, com os limites variando de 1,5% a 4,5%.

Economia & Negócios.

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

 

Salvador – Mais de 30 pré-candidatos deixam Solidariedade e filiam-se aos partidos da base de Bruno Reis

Um grupo com mais de 30 pré-candidatos a vereador deixaram o Solidariedade, que faz parte da base do governo Jerônimo

 

Salvador –  Bruno Reis lidera intenções de votos em todos os cenários

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), segue liderando as pesquisas de intenções de votos. Na mais recente, feita pela

 

Salvador – Duas outras boas notícias para Bruno Reis relativas à pesquisa AtlasIntel

Além da excelente notícia para Bruno Reis (União Brasil), faltando sete meses para o pleito, de que ele pode levar