Envolvido em enredo golpista, ex-comandante da Marinha presenteou senador baiano

A revelação do envolvimento do almirante Almir Garnier em um suposto plano para contestar as eleições de 2022 deixou o senador Jaques Wagner, líder do governo Lula e ex-ministro da Defesa, completamente surpreso. Os dois tinham uma relação próxima e amistosa em pelo menos dois momentos de suas carreiras. Garnier comandou o 2º Distrito Naval, localizado na Bahia, berço político do senador, após ter atuado como assessor especial do Ministério da Defesa, quando Wagner ocupava o cargo de ministro.

Nunca houve qualquer sinal negativo em relação ao almirante, declarou o parlamentar baiano em uma conversa na última semana. Pelo contrário, ele sempre demonstrou ter um temperamento calmo e era, inclusive, bastante simpático. Um gesto notável desse relacionamento foi quando, em março deste ano, durante o governo Lula e após os eventos de janeiro, Garnier enviou um presente de aniversário a Wagner, que prontamente expressou sua gratidão.

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

 

Salvador – Mais de 30 pré-candidatos deixam Solidariedade e filiam-se aos partidos da base de Bruno Reis

Um grupo com mais de 30 pré-candidatos a vereador deixaram o Solidariedade, que faz parte da base do governo Jerônimo

 

Salvador –  Bruno Reis lidera intenções de votos em todos os cenários

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), segue liderando as pesquisas de intenções de votos. Na mais recente, feita pela

 

Salvador – Duas outras boas notícias para Bruno Reis relativas à pesquisa AtlasIntel

Além da excelente notícia para Bruno Reis (União Brasil), faltando sete meses para o pleito, de que ele pode levar