Futebol – Alemães não querem que seleção participe da Copa do Mundo no Catar

A população alemã é crítica à participação de sua seleção na Copa do Mundo do Catar, que será disputada entre os meses de novembro e dezembro deste ano. De acordo com uma pesquisa feita pelo instituto YouGov, 48% da população se posiciona de maneira contrária à ida dos comandados do técnico Hansi Flick para o país do Oriente Médio.

A pesquisa aponta que os principais motivos para desagrado alemão são referentes aos problemas de direitos humanos no Catar. De acordo com a Anistia Internacional, mais de seis mil pessoas morreram nas construções de estádios e em outras obras de infraestrutura no país-sede do Mundial.

Ademais, questões envolvendo a sexualidade e a orientação sexual e manifestações políticas serão coibidas durante a realização da Copa no Catar. Esses temas também são sensíveis à população da Alemanha, que não vê com bons olhos a maneira como o país do Oriente Médio age nestes casos.

Ainda de acordo com a pesquisa, 28% dos alemães afirmam que a seleção não deveria se ausentar da disputa da Copa do Mundo, enquanto 24% preferiram não opinar sobre o tema.

Tetracampeã mundial, a Alemanha quer superar o fracasso no último Mundial e um ciclo irregular até o Catar. Após a troca de Joachim Löw por Hansi Flick, a seleção alemã conseguiu se recolocar como uma das favoritas e aposta nos jovens para chegar ao penta e igualar o Brasil. A Alemanha está no Grupo E, ao lado de Espanha, Japão e Costa Rica. A estreia está agendada para 23 de novembro, diante dos japoneses.

Caderno de Esportes

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

Tamanho G – Justiça Eleitoral condena partido do governador da Bahia a pagar multa de R$ 10 mil por propaganda antecipada e fake News

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) condenou o PT a pagar multa de R$ 10 mil por propaganda antecipada e divulgar

 

PSB de Alckmin evita PT nos estados e vai apoiar até aliados de Bolsonaro

Maior partido aliado de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na campanha presidencial e legenda do candidato a vice-presidente Geraldo

  

Sandro Regis oficializa candidatura e recebe comitiva de Gandu durante a convenção

Durante a convenção do União Brasil, que oficializou a chapa majoritária encabeçada por ACM Neto, o deputado estadual Sandro Regis,