Futebol – Com 2 gols de Hulk, Galo bate Fluminense em casa e fica mais perto do título

Com dois gols de Hulk, o Atlético Mineiro derrotou de virada o Fluminense por 2 a 1 na tarde deste domingo, no estádio do Mineirão, com a presença de quase 60 mil torcedores, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória deixa o time alvinegro muito próximo do título nacional, que poderá ser conquistado já na próxima quinta-feira, diante do Bahia.

O Atlético disparou ainda mais na liderança, com 78 pontos, contra 67 do Flamengo, na segunda colocação, a uma vitória do título brasileiro. O Fluminense, por sua vez, ficou com 51 pontos, podendo sair da zona de classificação para a Copa Libertadores.

De quebra, o time mineiro aumentou um tabu sobre o Fluminense. O Atlético não perde para o rival jogando em casa desde 2017, quando foi derrotado por 2 a 1, no Brasileirão daquele ano. Como mandante ainda, o time alvinegro chegou a 15 vitórias seguidas na competição, novo recorde.

A arbitragem voltou a ser protagonista de forma negativa em um jogo pelo Campeonato Brasileiro. Marielson Alves Silva, após consultar o VAR, assinalou um pênalti polêmico a favor do Atlético. De costas para o lance, o lateral Marlon sentiu a bola batendo no seu braço. Hulk foi para a cobrança e empatou o duelo, aos 37 minutos, alcançando a marca de 16 gols na competição.

O pênalti acabou salvando a atuação do Atlético no primeiro tempo. O time mineiro começou o jogo sendo surpreendido com um gol do zagueiro Manoel, principal surpresa na escalação montada pelo técnico Marcão, com a lesão de Nino. O defensor recebeu cruzamento do próprio Marlon para de cabeça inaugurar o marcador.

O jogo foi ficando nervoso. Com o Atlético perto do título, e o Fluminense de olho em uma vaga na próxima edição da Libertadores, ninguém quis tirar o pé. O time mineiro, no entanto, resolveu acelerar nos minutos finais, e perdeu oportunidades boas com Keno e Jair. Diego Costa, que chegou a ser dúvida no meio de semana, foi bem marcado e não conseguiu criar oportunidades de gol durante os primeiros 45 minutos.

O segundo tempo começou com um copo sendo arremessado para dentro de campo por um torcedor atleticano. Marielson pegou o objetivo e o tirou do gramado. Certamente, ele irá registrar em súmula. Voltando para o futebol, o Atlético voltou mais ligado e fez o segundo em uma cobrança de falta de Hulk, aos 14 minutos. O atacante contou com um desvio na barreira para fazer seu 17º gol no Brasileirão.

Em vantagem, o técnico Cuca começou a rodar o elenco, sem deixar de abdicar de atacar. O Atlético continuou em cima, sem dar espaço para o Fluminense. Marcão tentou jogar o time para o ataque, mas viu o rival “cozinhar” o jogo para confirmar mais uma vitória no Brasileirão, e ficar ainda mais perto do tão esperado título.

Após o apito final, a torcida soltou novamente o grito de “é campeão”. Com 50 anos entalado na carga, os quase 60 mil torcedores fizeram a festa no estádio do Mineirão, com a expectativa de levantar a tão sonhada taça.

Caderno dos Esportes

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

Projeto do senador Ângelo Coronel determina benefício da audiência de custódia apenas para não reincidente

O senador Angelo Coronel (PSD-BA) apresentou Projeto de Lei para mudar o Código de Processo Penal e tornar obrigatória a

 

Bahia – Prefeito de Santaluz abandona base do governo e firma apoio a ACM Neto: “não cumpriram”

O prefeito de Santaluz, Arismário Barbosa Júnior (Avante), que havia declarado publicamente apoio ao ex-secretário de Educação da Bahia e

 

Bahia – Deputado Sandro Régis desmonta factoide de Rui Costa e Bahia é campeã nacional do desemprego

O deputado Sandro Régis (UB) demoliu o factoide do governo de Rui Costa, de que “nunca na história se investiu