Futebol – Depois de ficar fora da convocação para eliminatórias, Daniel Alves decide ficar sem clube até final do ano

A ‘novela’ envolvendo o futuro de Daniel Alves chegou ao fim. O lateral-direito decidiu ficar sem clube até pelo menos dezembro deste ano. Depois de não chegar a um acerto salarial com o Fluminense e de ter ficado de fora da lista dos convocados para a seleção brasileira, o jogador se pronunciou nas redes sociais.

Em seu perfil no Instagram, o ex-São Paulo publicou uma foto onde segura uma bola pegando foto e comunicou oficialmente sua escolha em não vestir a camisa de nenhuma equipe no momento.

”Venho aqui comunicar que optei por não assinar com nenhum clube para o resto do ano. Vim ao Brasil por um sonho de criança, e o sonho foi realizado. Ser campeão com o clube do coração não tem preço. Não é sobre dinheiro, é sobre valores, é sobre hombridade, é sobre caráter, É SOBRE LEGADO. As decisões difíceis precisam ser tomadas, mas como sempre nada na minha vida foi fácil. É apenas mais uma decisão Agradeço a todos pelo interesse, mas gostaria que o capitulo fosse fechado sem nenhuma interferência. Sei que foi comentado muitas coisas, mas a verdade é só uma, vim aqui por um sonho e saio daqui realizado. Muito obrigado”, escreveu o jogador.

O lateral-direito está sem clube há uma semana, desde que aceitou um acordo para rescindir com o São Paulo. O Tricolor do Morumbi, para se ver livre do alto salário de R$ 1,5 milhão mensais do ex-camisa 10, pagará a dívida que tem com ele em 60 parcelas, a partir de janeiro de 2022.

Desde então, o veterano, de 38 anos, chegou a ser especulado ainda por Flamengo, Internacional, Athletico-PR e Coritiba. No entanto, optou por não defender nenhum clube a tempo de ser inscrito no Campeonato Brasileiro, cujo prazo de registro de novos jogadores termina nesta sexta-feira (24).

O Tricolor das Laranjeiras pretendia pagar entre R$ 650 mil e R$ 750 mil a Daniel Alves, por um contrato de duas temporadas, mas o atleta não aceitou, pediu R$ 1 milhão mensais e encerrou as negociações, já que o clube carioca não tinha como arcar com o alto custo.

O estafe do jogador admitiu ter recebido ofertas estrangeiras, em mercados mais periféricos, já que as grandes ligas estão com janelas fechadas, mas ele não aceitou já que deseja continuar no país.

ESPN

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

 

Lula estuda formar federação do PT com outros partidos da esquerda

O ex-presidente Lula tem avaliado a possibilidade de formar uma federação entre o PT e partidos de esquerda para a

 

Caso queira confirmar candidatura ao governo da Bahia, ministro João Roma deve trocar o REPUBLICANOS pelo PL

A intenção do ministro da Cidadania, João Roma, de disputar o governo da Bahia está prestes a ir por água

  

Morre Cris Barros, presidente do PSOL em Salvador

Maria Cristina dos Santos Barros, conhecida como Cris Barros, presidenta do PSOL Municipal de Salvador-Bahia e secretária de Movimentos Sociais