Futebol – Galvão Bueno detona a seleção brasileira após derrota para a Colômbia: ‘2 a 1 foi pouco’

Galvão Bueno criticou bastante a seleção brasileira após a derrota para a Colômbia, por 2 a 1, na noite de quinta-feira, em Barranquilla, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2026. O narrador de 73 anos se manifestou nas redes sociais afirmando que o resultado é uma “vergonha” para o Brasil e voltou a criticar o trabalho do técnico Fernando Diniz no comando interino da equipe nacional.

“Mais uma vergonha da seleção! Não dá pra ser assim! Não temos time!”, exclamou Galvão. “O futebol autoral do Diniz consegue fazer o Fluminense jogar e conquistar a Libertadores, um trabalho de quase dois anos e que se treina todo dia!! Se treina muito, como disse o André! Coloca 2 ou 3 jogadores a mais para treinar a marcação da saída de bola. Isso é uma coisa de um dia a dia de um time de futebol, como o Fluminense!! Não em uma seleção, onde se tem dois dias para treinar e enfrentar a Colômbia em Barranquilla, com o calor, a umidade, é um horror.”

Esta foi a primeira vez na história das Eliminatórias em que a seleção perdeu para a Colômbia. Jogando sem Neymar, o Brasil saiu na frente logo aos três minutos de partida, com Gabriel Martinelli. Os comandados de Diniz sucumbiram à pressão do adversário na etapa final e viram o atacante Luis Díaz, do Liverpool, balançar as redes duas vezes e garantir a vitória de virada para os donos da casa.

A desorganização do time brasileiro no segundo tempo foi detonada por Galvão. “Não dá pra escalar quatro atacantes, dois volantes, a Colômbia tinha cinco no meio de campo! O Brasil teve domínio em cinco minutos do jogo! E acabou! A Colômbia dominou o resto do jogo inteiro! Foram 23 ou 26 finalizações, não lembro agora!! Contra, sei lá, dez da seleção! 2 a 1 foi pouco!”, escreveu. “Diniz, calma! Não dá pra jogar dessa forma! Nenhum time vai conseguir jogar dessa maneira sem treinar, como vc faz com o Fluminense todos os dias e treinando sempre muito duro!”

A seleção brasileira está sem vencer há três jogos e amarga duas derrotas consecutivas, algo inédito na história das Eliminatórias. O Brasil está na quinta colocação, com sete pontos, atrás até mesmo da Venezuela. O próximo compromisso da seleção será contra a campeã mundial Argentina, na terça-feira, às 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã, pela sexta rodada da competição.

Caderno dos Esportes.

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

 

Salvador – Mais de 30 pré-candidatos deixam Solidariedade e filiam-se aos partidos da base de Bruno Reis

Um grupo com mais de 30 pré-candidatos a vereador deixaram o Solidariedade, que faz parte da base do governo Jerônimo

 

Salvador –  Bruno Reis lidera intenções de votos em todos os cenários

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), segue liderando as pesquisas de intenções de votos. Na mais recente, feita pela

 

Salvador – Duas outras boas notícias para Bruno Reis relativas à pesquisa AtlasIntel

Além da excelente notícia para Bruno Reis (União Brasil), faltando sete meses para o pleito, de que ele pode levar