Futebol – Palmeiras fatura R$ 21,1 milhões em premiação apesar da derrota

O Palmeiras deixará os Emirados Árabes Unidos com o bolso cheio. Mesmo com a derrota na final do Mundial de Clubes para o Chelsea por 2 a 1, a equipe de Abel Ferreira receberá US$ 4 milhões (R$ 21,1 milhões na cotação atual) como premiação pela segunda colocação do torneio. O clube inglês receberá US$ 5 milhões (R$ 26,4 milhões na cotação atual) por ter sido campeão.

Os valores são consideravelmente menores dos que os recebidos na final da Libertadores, por exemplo. Ao vencer o Flamengo, o Palmeiras levou para casa US$ 15 milhões (R$ 84,15 milhões na cotação da época). Já a equipe carioca, vice-campeã, embolsou US$ 6 milhões (R$ 33,66 milhões).

A conquista do Chelsea veio em um jogo bastante equilibrado. Depois de Lukaku abrir o placar para os ingleses aos 10 minutos do segundo tempo, Raphael Veiga buscou o empate, de pênalti, nove minutos mais tarde. Também em uma penalidade, Havertz decretou a vitória inglesa nos Emirados Árabes Unidos.

O Palmeiras agora tenta recolher os cacos da derrota na final do Mundial de Clubes para seguir a disputa do Paulistão. Na próxima quarta-feira (16), a equipe de Abel Ferreira vai a Araraquara enfrentar a Ferroviária.

Caderno dos Esportes

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

Tamanho G – Justiça Eleitoral condena partido do governador da Bahia a pagar multa de R$ 10 mil por propaganda antecipada e fake News

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) condenou o PT a pagar multa de R$ 10 mil por propaganda antecipada e divulgar

 

PSB de Alckmin evita PT nos estados e vai apoiar até aliados de Bolsonaro

Maior partido aliado de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na campanha presidencial e legenda do candidato a vice-presidente Geraldo

  

Sandro Regis oficializa candidatura e recebe comitiva de Gandu durante a convenção

Durante a convenção do União Brasil, que oficializou a chapa majoritária encabeçada por ACM Neto, o deputado estadual Sandro Regis,