Gandu – Vereador Piloto de Chicorinha vai caminhar com ACM Neto para governador

Na segunda-feira, dia 25 de outubro, o vereador Aldair José, mais conhecido como Piloto de Chicorinha (PRB), participou de uma reunião no escritório do ex-prefeito ACM Neto (UB), audiência agendada através do deputado estadual Laerte do Vando (PSC), parlamentar que será apoiado pelo edil nas eleições do próximo ano. Participaram também da conversa, as professoras Alda Souza (sogra) e Keliny (esposa), que o acompanharam até a capital do estado, enquanto do lado do ex-alcaide soteropolitano, participou o líder político e ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo e o ex-deputado Vando que é pai do deputado Laerte.

Na oportunidade, foi tratado assuntos referentes as eleições de 2022, momento onde Piloto aproveitou para declarar apoio a pré-candidatura de ACM Neto ao governo do estado.

Em seguida, o vereador se reuniu com o deputado Laerte do Vando em seu gabinete, para tratar de várias questões políticas, e dentre elas a situação da EMBASA em Gandu, visto que, por se tratar de uma estatal e fazer parte das prerrogativas de um deputado estadual, cobrar com ao governo do estado com maior eficácia.

Vale salientar que o vereador Piloto, foi eleito pela coligação do ex-prefeito Djalma Galvão e pelo visto seguirão caminhos distintos no próximo pleito eleitoral.

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

Bahia – deputados aprovam revisão do PPA e alteração em cargos da Polícia Civil

A Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) aprovou, em sessão extraordinária mista (presencial e virtual) desta terça-feira (30), a revisão do

 

PL filia Bolsonaro e José Carlos Araújo deve deixar presidência na Bahia

O presidente Jair Bolsonaro assinou sua filiação ao Partido Liberal (PL) nesta terça-feira (30/11), em evento ocorrido em Brasília. Na

 

Roma diz que PP, PL e Republicanos formarão tripé para reeleger Bolsonaro

O ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), disse que “está cada vez mais claro” que PP, PL e Republicanos formarão