Itália defende série invicta de 1.020 dias e ameaça recorde histórico do Brasil; veja quanto falta

A Itália encanta na Eurocopa. Com 100% de aproveitamento na fase de grupos, a seleção de Roberto Mancini soma sete gols a favor, nenhum sofrido e coloca a ótima fase à prova neste sábado (26), quando enfrenta a Áustria, às 16h (de Brasília), pelas oitavas de final.

É possível dizer que os italianos nunca chegaram tão em alta para um mata-mata da Euro. Afinal, a seleção acumula 30 jogos sem perder, sequência igual à do time de Vittorio Pozzo, treinador bicampeão do mundo pelo país, entre 1935 e 1939.

A última derrota aconteceu há 1.020 dias, em 10 de setembro de 2018, quando Portugal venceu por 1 a 0, em partida válida pela primeira edição da Liga das Nações. De lá para cá, são 25 vitórias e cinco empates.

Tudo isso faz a Itália chegar a almejar o recorde histórico de invencibilidade entre seleções no mundo. E a marca pertence a ninguém menos que o Brasil.

A seleção brasileira passou pouco mais de dois anos sem perder, entre dezembro de 1993 e janeiro de 1996. Primeiro com Carlos Alberto Parreira e depois com Mário Jorge Lobo Zagallo, o país emendou 36 jogos de invencibilidade até cair para o México, na final da Copa Ouro.

Aqui, duas curiosidades: a série poderia ser até maior, mas a Fifa não considera oficiais os amistosos contra Paris Saint-Germain e Valencia, por serem contra clubes. E o Brasil, depois de perder para os mexicanos, emendou mais 12 jogos invicto. Então, poderia ter chegado perto dos 50.

Para alcançar o Brasil, a Itália precisa chegar até a final da Euro e ainda seguir imbatível por mais dois jogos. Mas ainda há outras seleções entre o time de Parreira/Zagallo e o de Mancini.

Na Europa, o recorde é da Espanha: 35 partidas entre fevereiro de 2007 e junho de 2009. No período, o time foi campeão da Eurocopa, com Luis Aragonés, e seguiu vencendo com Vicente Del Bosque até a derrota na semifinal da Copa das Confederações, para os Estados Unidos.

A terceira no ranking de invencibilidade é a Argentina, que passou 31 jogos imbatível entre fevereiro de 1991 e setembro de 1993, sob comando de Alfio Basile. Foi neste ano que a seleção venceu seu último título oficial, a Copa América.

É esse o número que a Itália pretende alcançar contra a Áustria. Atualmente, os comandados de Mancini já igualaram as sequências da Hungria (1950-54) e da França (1994-96). Dá para ir mais longe?

ESPN

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

Wenceslau Guimarães – Prefeito Kaká reúne-se com o governador para tratar da BA 120 e outras demandas

O prefeito de Wenceslau Guimarães (WG), Carlos Alberto Liotério (Kaká), se reuniu na tarde desta quarta-feira (1º), com o governador

  

Bolsonaro regulamenta vale-gás a famílias de baixa renda

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quinta-feira, 2, em solenidade no Palácio do Planalto, decretos que regulamentam dois novos programas