Ludmilla se revolta contra votação de projeto que proíbe casamentos homoafetivos

A Comissão de Previdência e Família da Câmara dos Deputados adiou novamente nesta quarta-feira (27) a votação do projeto que proíbe o reconhecimento do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. Essa medida tem sido bastante criticada por famosos, dentre eles a cantora Ludmilla, que vive um relacionamento com a dançarina Brunna Gonçalves.

“É difícil de acreditar que ainda hoje este assunto seja discutido, uma vez que já estava assegurada a união homoafetiva. Até quando vamos precisar lutar para sermos reconhecidos legalmente como casal e garantir direitos básicos para vivermos a plenitude de uma relação?”, começou nela em texto nas redes sociais.

“Gerar, criar, adotar filhos, com a tranquilidade de saber que sempre vamos poder usufruir de tudo o que o mundo tem a nos oferecer, sem nos preocuparmos se vamos poder contar com os nossos direitos como família, depois de cumprirmos tantos deveres”, emendou a cantora.

A atriz Nanda Costa, casada com Lan Lanh, também engrossou o coro na internet contra a votação. “Está começando uma votação que coloca em risco o casamento homoafetivo em nosso país. O meu casamento. Embora o STF tenha garantido o direito à união homoafetiva em uma decisão unânime de 2011, essa conquista das comunidades LGBTQIAPN+ está sendo alvo de ameaças por parte de parlamentares ultraconservadores da Comissão. Hoje nos unimos para mostrar que nossas famílias existem e que nosso amor resiste”, escreveu.

Ambas receberam muito carinho de amigos famosos, dentre eles Adriane Galisteu, Letícia Spiller, Antonio Calloni e Beth Goulart.

A princípio, a votação ficou marcada para o próximo dia 10, mas há pedidos de deputados de esquerda para que a deliberação seja adiada por mais tempo, para que o tema possa ser mais longamente debatido.

Famosidades.

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

 

Salvador – Mais de 30 pré-candidatos deixam Solidariedade e filiam-se aos partidos da base de Bruno Reis

Um grupo com mais de 30 pré-candidatos a vereador deixaram o Solidariedade, que faz parte da base do governo Jerônimo

 

Salvador –  Bruno Reis lidera intenções de votos em todos os cenários

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), segue liderando as pesquisas de intenções de votos. Na mais recente, feita pela

 

Salvador – Duas outras boas notícias para Bruno Reis relativas à pesquisa AtlasIntel

Além da excelente notícia para Bruno Reis (União Brasil), faltando sete meses para o pleito, de que ele pode levar