Mangueirão em Belém recebe estreia da seleção brasileira nas Eliminatórias

A seleção brasileira de futebol masculino já sabe onde estreará nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou que o palco escolhido foi o Mangueirão, em Belém, no Pará. Na partida disputada no dia 8 de setembro, a Bolívia será a adversária do Brasil.

O estádio do Mangueirão, que passou por uma reforma e que tem capacidade para 50 mil pessoas, recebeu a aprovação de delegados da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) após uma inspeção em todas as instalações do local. A última oportunidade na qual a seleção brasileira de futebol masculino jogou na capital paraense foi em setembro de 2011, pelo Superclássico das Américas, quando venceu a Argentina por 2 a 0.

“As decisões na atual gestão visam unicamente as melhores condições técnicas e de logística para a seleção brasileira. Vamos buscar ao longo dessas Eliminatórias questões que consideramos prioritárias, como deslocamento dos jogadores, desgaste da equipe, menor distância entre os locais das partidas, infraestrutura que traga conforto e segurança para toda a delegação. Além disso, não será analisado um jogo isoladamente, e sim a melhor composição do conjunto das partidas”, declrou o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, em nota à imprensa.

Edição: Fábio Lisboa/EBC.

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

 

Salvador – Mais de 30 pré-candidatos deixam Solidariedade e filiam-se aos partidos da base de Bruno Reis

Um grupo com mais de 30 pré-candidatos a vereador deixaram o Solidariedade, que faz parte da base do governo Jerônimo

 

Salvador –  Bruno Reis lidera intenções de votos em todos os cenários

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), segue liderando as pesquisas de intenções de votos. Na mais recente, feita pela

 

Salvador – Duas outras boas notícias para Bruno Reis relativas à pesquisa AtlasIntel

Além da excelente notícia para Bruno Reis (União Brasil), faltando sete meses para o pleito, de que ele pode levar