Nota Pública da Prefeitura Municipal de Gandu

A Prefeitura de Gandu vem à público esclarecer a situação referente ao programa do governo do estado, “Bahia Minha Casa” de reforma e reconstrução de casas atingidas pelas enchentes do final do ano passado na Bahia.

1 – O município de Gandu já enviou para os órgãos estaduais responsáveis pelo programa toda a documentação exigida, projetos e levantamento das áreas atingidas pela enchente, dentro do prazo estipulado, onde consta o número de imóveis parcialmente ou totalmente destruídos pelas chuvas.

2 – Diante das análises dos técnicos do estado o município está apto a fazer parte do programa “Bahia Minha Casa” e está acompanhando todos os trâmites diariamente.

3 – Nesse primeiro momento, o governo do estado liberou parte da verba de reconstrução para os municípios da região que foram mais atingidos e consequentemente tiveram danos maiores.

Por último, a Prefeitura tranquiliza os moradores vítimas da enchente do ano passado, que tiveram perdas materiais e reafirma que o projeto foi entregue em tempo hábil e toda a tramitação está sendo acompanhada. Sendo assim, orientamos a população que acompanhe as redes sociais da prefeitura, site oficial do governo e os órgãos de imprensa escrito, digital e/ou falado que tenham credibilidade, evitando assim o acesso a Fake News (Notícias Falsas).

ASCOM/Prefeitura de Gandu.

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

Brasil – Sem clima para aprovação, governo retira projeto do DPVAT de votação

O líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), retirou da pauta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do

  

Cabeça do Congresso – Senador baiano é eleito relator-geral do Orçamento

O senador baiano Angelo Coronel (PSD) foi eleito na tarde desta quarta-feira (24/04) relator-geral do Orçamento de 2025. A Comissão

  

Brasil – Projeto que libera estados legislarem sobre armas avança na Câmara

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta quarta-feira (24) um projeto de