O jornalismo esportivo está de luto – Pelas redes sociais, fãs rendem homenagens ao jornalista Márcio Guedes

Referência para os apaixonados por futebol, o comentarista Márcio Guedes faleceu na noite de sexta-feira (3), para tristeza de uma legião fãs. São inúmeras as mensagens de despedidas nas redes sociais ao repórter carioca, torcedor declarado do Botafogo, que começou a carreira profissional aos 21 anos na Rádio Jornal do Brasil, passou pela mídia impressa (Correio da Manhã e Jornal da Tarde), mas foi na TV que conquistou um público ainda maior.

A TV Bandeirantes foi a porta de entrada para o comentarista em 1977, onde cobriu um ano depois a Copa do Mundo da Argentina. A partir de 1982 Márcio Guedes foi contratado pela TV Globo e fez a cobertura do Mundial da Espanha.

Já na TV Manchete, onde ingressou em 1986, Márcio Guedes formou com os jornalistas Alberto Léo e Paulo Stein o trio que apresentava o programa Manchete esportiva – 1º tempo, sucesso de audiência na época.

Em 2001 o jornalista tornou-se comentarista dos programas EsporTVisão, No Mundo da Bola, Stadium, e Reporter Brasil, todos na TV Brasil.

Quem está na faixa dos 30 anos também acompanhou o trabalho de Márcio Guedes na ESPN, de 2005 a 2014, no programa Linha de Passe, ao lado de outras feras do jornalismo esportivo como José Trajano, Juca Kfouri, Paulo Vinícius Coelho (PVC), Tostão e Fernando Calazans.

Antes de iniciar a carreira na TV, Márcio Guedes se destacou por reportagens e colunas no Jornal do Brasil, O Dia e O Globo. Foi contemplado duas vezes com o Prêmio Esso:. em 1971, no Correio da Manhã pela série “Futebol em três tempos”, sobre a ascensão, glória e decadência de craques de futebol; e em 1976, no  Jornal da Tarde/ Estado de São Paulo pela matéria “Assim se fez o craque: Zico”.

O enterro do jornalista aconteceu neste sábado (4) reservado a amigos e familiares.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues/EBC

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

 

Salvador – Mais de 30 pré-candidatos deixam Solidariedade e filiam-se aos partidos da base de Bruno Reis

Um grupo com mais de 30 pré-candidatos a vereador deixaram o Solidariedade, que faz parte da base do governo Jerônimo

 

Salvador –  Bruno Reis lidera intenções de votos em todos os cenários

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), segue liderando as pesquisas de intenções de votos. Na mais recente, feita pela

 

Salvador – Duas outras boas notícias para Bruno Reis relativas à pesquisa AtlasIntel

Além da excelente notícia para Bruno Reis (União Brasil), faltando sete meses para o pleito, de que ele pode levar