Onze partidos se reúnem em videoconferência e se colocam contra voto impresso

Representantes de 11 Partidos não aceitam voto impresso

Presidentes de onze partidos participaram de uma videoconferência no sábado (26) para debater sobre o sistema eleitoral brasileiro, que tem recebidos ataque por parte do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

No encontro, todos os presentes se colocaram contra a proposta de mudança para voto impresso e disseram confiar no atual sistema de votação, bem como na apuração.

Participaram da videoconferência os presidentes do PSDB, MDB, PP, DEM, Solidariedade, PL, PSL, Cidadania, Republicanos, PSD e Avante. A ideia é aumentar o número de partidos na defesa da manutenção do modelo de agora.

À Folha de S.Paulo, o deputado Paulinho da Força, presidente do Solidarierade, disse que “o mais importante do encontro foi juntar partidos mais à esquerda e mais à direita, todos eles contra o voto impresso”.

“Todos confiando no sistema atual, lógico que com a garantia de transparência nem fraude no sistema. Foi importante os partidos todos esses terem se posicionado em defesa do atual sistema. Isso definitivamente mata o assunto na Câmara. Esses partidos representam mais de 2/3 da Casa. Acho que o assunto vai ser enterrado”, declarou.

Poder & Política

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

35 anos de Presidente Tancredo Neves – Mensagem do vereador Tuica

Neste dia 24 de Fevereiro de 2024, a nossa cidade completa 35 anos, e hoje, nada mais justo que parabenizar

 

Bahia – Jerônimo embarca para missão internacional na Espanha e Geraldo Jr. assume governo

O governador Jerônimo Rodrigues (PT) embarca, neste sábado (24), em mais uma missão internacional, desta vez, na Espanha. Em Madrid,

 

Choque, cavalaria e drone: veja como será esquema de segurança de ato de Bolsonaro na Paulista

A manifestação convocada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro para este domingo, 25, na Avenida Paulista, em São Paulo, terá policiamento reforçado,