Pandemia – Ministério da Saúde vai suspender contrato da vacina Covaxin

O imunizante virou alvo da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado após o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) denunciar superfaturamento nas negociações.

Na última sexta-feira (25), Miranda e o irmão, o servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda, denunciaram à CPI supostas irregularidades na compra da vacina.

 No depoimento, eles disseram ter avisado Bolsonaro há três meses sobre as suspeitas e sobre uma “pressão atípica” para acelerar a importação. Na conversa, Bolsonaro teria citado o deputado federal Ricardo Barros (Progressistas-PR), líder do governo na Câmara, como o parlamentar que queria fazer “rolo” na pasta.

Nos bastidores da política, senadores membros da CPI da Covid debatem sobre a omissão do presidente neste caso. De acordo com eles, Bolsonaro não atacou Luis Miranda por que o deputado teria gravado a conversa com o presidente quando relatou o superfaturamento na negociação.

Quando o parlamentar e seu irmão se reuniram com Bolsonaro para apresentar as supostas irregularidades, levaram seus celulares pessoais. Geralmente, em reuniões com o presidente, os aparelhos eletrônicos ficam na área externa, porém, nesse caso, segundo Miranda, foi diferente.

 Ao ser questionado pelo Correio Braziliense, na segunda-feira (28), sobre o assunto, o Luis Miranda negou a possibilidade de ter gravado a reunião, mas deu indícios de que provas podem ser usadas caso o governo negue as acusações.

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

35 anos de Presidente Tancredo Neves – Mensagem do vereador Tuica

Neste dia 24 de Fevereiro de 2024, a nossa cidade completa 35 anos, e hoje, nada mais justo que parabenizar

 

Bahia – Jerônimo embarca para missão internacional na Espanha e Geraldo Jr. assume governo

O governador Jerônimo Rodrigues (PT) embarca, neste sábado (24), em mais uma missão internacional, desta vez, na Espanha. Em Madrid,

 

Choque, cavalaria e drone: veja como será esquema de segurança de ato de Bolsonaro na Paulista

A manifestação convocada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro para este domingo, 25, na Avenida Paulista, em São Paulo, terá policiamento reforçado,