Pia convoca seleção feminina para Tóquio apostando em time experiente

A técnica Pia Sundhage convocou nesta sexta-feira (18) a seleção brasileira feminina de futebol para a Olimpíada de Tóquio (Japão). A equipe viaja para Portland (Estados Unidos) no próximo dia 25, onde passará três semanas em treinamento antes do embarque para a cidade japonesa de Rifu, palco da estreia nos Jogos, diante da China, dia 21 de julho, no estádio Miyagi.

A lista com 18 jogadoras possui 11 remanescentes do grupo da Olimpíada do Rio de Janeiro, em 2016: a goleira Bárbara, as zagueiras Rafaelle, Érika, Bruna Benites e Poliana, a lateral Tamires, a volante Formiga, as meias Andressinha e Marta e as atacantes Bia Zaneratto e Debinha (chamada como meia). A goleira Letícia Izidoro, a lateral Jucinara, a meia Júlia Bianchi e as atacantes Adriana, Duda (ambas convocadas como meias), Geyse e Ludmilla disputarão os Jogos pela primeira vez.

A técnica também chamou quatro atletas suplentes: a goleira Aline Reis, a lateral Letícia Santos, a meia Andressa Alves e a atacante Giovana Queiroz. Delas, Aline e Andressa estiveram na Rio 2016.

“Foram 18 jogos necessários para chegarmos aqui. Deparei-me com muitas excelentes jogadoras brasileiras. É importante dizer que todas fizeram a diferença. Estamos preparadas para fazer o nosso melhor. A experiência será única e espero que todos sintam que vai dar certo”, disse Pia, em entrevista coletiva.

A convocação confirmou a presença da experiente Formiga, de 43 anos, na sétima Olimpíada da carreira. Marta, de 35 anos, disputará os Jogos pela quinta vez. Por sua vez, a atacante Cristiane, de 36 anos e maior artilheira do torneio olímpico de futebol (entre homens e mulheres) com 14 gols, ficou fora. Seria, também, a quinta participação da centroavante no evento.

“A Cristiane jogou diversas partidas com a seleção, fez muita diferença e é importante. Anteriormente, ela ajudou muito a equipe e hoje acredito que haja outras jogadoras que podem ajudar. Nós examinamos de perto os jogos em que ela atuou recentemente pelo clube [Santos] e temos jogadoras que também farão muito bem [em Tóquio]”, justificou a técnica.

Pia assumiu a seleção em 2019. A estreia foi em 29 de agosto, na goleada por 5 a 0 sobre a Argentina, no Pacaembu, em São Paulo. Em 18 jogos, são 11 vitórias, cinco empates e duas derrotas, com 49 gols marcados e oito sofridos. A sueca realizou 12 convocações e chamou 73 jogadoras diferentes.

Devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19), quatro das convocações foram somente para treinamentos: dois na Granja Comary, em Teresópolis (RJ); um em Portimão (Portugal) e um em Viamão (RS). Este último foi o único fora da data Fifa, período destinado a jogos entre seleções.

“Todas as convocações, muito embora não tenhamos jogado [em algumas], foram cruciais. Tentamos fazer com que [os treinamentos] se parecessem com um jogo real. É diferente você estar em campo, escutar o hino nacional e jogar, se comparado a um treino. Mas tentamos fazer o melhor e falar sobre situações específicas de jogo. Acho que os dias que teremos pela frente tornarão as coisas ainda melhores. Estou contente com as possibilidades que tivemos”, destacou Pia.

Convocadas:

Goleiras: Bárbara (Avaí/Kindermann) e Letícia Izidoro (Benfica, de Portugal)

Defensoras: Tamires, Erika, Poliana (todas Corinthians), Bruna Benites (Internacional), Rafaelle (Palmeiras) e Jucinara (Levante, da Espanha)

Meias: Marta (Orlando Pride, dos EUA), Debinha (North Carolina Courage, dos EUA), Adriana, Andressinha (ambas Corinthians), Julia Bianchi (Palmeiras), Duda e Formiga (ambas São Paulo)

Atacantes: Ludmilla (Atlético de Madri, da Espanha), Bia Zaneratto (Palmeiras), Geyse (Madrid CFF, da Espanha)

Suplentes: Aline Reis (Tenerife, da Espanha), Letícia Santos (Eintracht Frankfurt, da Alemanha), Andressa Alves (Roma, da Itália) e Giovana Queiroz (Barcelona, da Espanha)

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

Bahia – deputados aprovam revisão do PPA e alteração em cargos da Polícia Civil

A Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) aprovou, em sessão extraordinária mista (presencial e virtual) desta terça-feira (30), a revisão do

 

PL filia Bolsonaro e José Carlos Araújo deve deixar presidência na Bahia

O presidente Jair Bolsonaro assinou sua filiação ao Partido Liberal (PL) nesta terça-feira (30/11), em evento ocorrido em Brasília. Na

 

Roma diz que PP, PL e Republicanos formarão tripé para reeleger Bolsonaro

O ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), disse que “está cada vez mais claro” que PP, PL e Republicanos formarão