Pré-candidato em Ilhéus, Bebeto Galvão desconversa sobre suplência de Wagner: ‘Nem na torcida, nem contra”

Vice-prefeito de Ilhéus e primeiro suplente de Jaques Wagner (PT) no Senado, Bebeto Galvão (PSB) disse que tem observado com parcimônia a especulação de que o petista irá ocupar um ministério. Em entrevista a este Política Livre, Galvão disse estar focado em ser o candidato do seu grupo à sucessão de Mário Alexandre no Executivo municipal.

“Nem na torcida, nem contra [ser ministro]. Compete ao presidente e a Wagner. Mantenho minha emoção regulada. Meu foco é Ilhéus. Não é uma decisão que passa por mim. Por isso que não estou com nenhum tipo de expectativa”, afirmou.

Galvão disse estar trabalhando sua pré-candidatura e defende que, até o início do ano de 2024, sejam definidos critérios para a escolha do nome da base. Hoje, além dele, a secretaria de Educação da Bahia, Adélia Pinheiro (PT), é um nome lembrado.

“Tô trabalhando minha pré-candidatura na base. Respeitando os demais da base. Estamos numa fase de definição e acho que temos que definir o procedimento. Marão [apelido do prefeito Mário Alexandre] ainda não decidiu, mas acreditamos que a unidade nos possibilita uma posição de vitória. Não estou dizendo que vamos ganhar, mas reforça. Se for depois do carnaval pode gerar trincamento da base”, apontou.

Alexandre Galvão/Política Livre.

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

TSE atualiza sistema Filia após falsa filiação de Lula ao PL de Bolsonaro

O Sistema de Filiação Partidária (Filia), do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), voltou ao ar na sexta-feira, 16, com nova camada

 

Manifestação no dia 25 será o primeiro ato convocado por Bolsonaro depois do 8 de Janeiro

O ato em apoio a Jair Bolsonaro (PL) no próximo dia 25 na Avenida Paulista, em São Paulo, será a

 

Salvador – Otto Alencar reafirma que PSD não indicará vice para compor chapa de Geraldo Jr.

O presidente do PSD na Bahia, senador Otto Alencar, reafirmou nesta terça-feira (30) que seu partido não indicará nenhum nome