Prefeitura de Salvador adia evento-teste que aconteceria em julho

O evento-teste anunciado para o dia 29 de julho pela Prefeitura de Salvador para iniciar a retomada do setor de entretenimento na cidade, foi adiado e ainda está sem data marcada para acontecer.

“A gente acha que pela complexidade que é esse evento, eu acho muito improvável que isso [evento-teste] seja no mês de julho[…] Acho que assim que tiver tudo ajeitado, assim que tudo isso tiver validado pelos órgãos competentes, e tem todo interesse da gente está debruçado em cima disso, a gente deve anunciar juntamente com as entidades”, disse o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington, ao podcast Eu Te Explico do G1.

Na ocasião, Edington estipula que o evento possa ser realizado dentro dos próximos dois meses. “A possibilidade da data do evento teste é difícil dizer agora, mas a gente acredita que provavelmente entre agosto e setembro. Eu acho que se tudo avançar positivamente é bem possível que ainda seja em agosto, mas aí é um pouco do meu estilo de trabalho, eu não posso estar divulgando algo que eu não tenho controle”, afirmou.

A proposta é de que a ação sirva como experiência para a liberação de shows na capital. O evento será no Centro de Convenções, com público de 500 pessoas, que já tenham recebido pelo menos a primeira dose da vacina contra Covid-19.

Bahia.ba

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

Bolsonaro, Lula e Ciro no mesmo dia em Salvador ligam alerta para segurança

Com a presença dos presidenciáveis Jair Bolsonaro (PL), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Ciro Gomes (PDT), as comemorações

  

Vanderlei Luxemburgo anuncia pré-candidatura ao Senado por Tocantins

Vanderlei Luxemburgo vai dar um novo rumo à sua trajetória. Nesta quarta-feira, o técnico Vanderlei Luxemburgo anunciou que é pré-candidato

  

Guimarães é exonerado, a pedido, e Daniella Marques é nomeada presidente da Caixa

O pedido de exoneração de Pedro Guimarães da presidência da Caixa Econômica Federal, já anunciado em carta de demissão por