Vinda de Lula à Bahia depende ainda de negociação com Fernando Haddad em São Paulo

Defendida pelo senador Jaques Wagner (PT) e o comitê extra-oficial de campanha do petista, a vinda do ex-presidente Lula para a caminhada no 2 de Julho na Bahia enfrenta ainda um impasse.

É que no mesmo dia está programado o lançamento da candidatura de Fernando Haddad ao governo de São Paulo, praça na qual os petistas acreditam que as chances de vitória do PT são, pela primeira vez, muito concretas.

Uma solução negociada que busque compatibilizar os dois eventos vem sendo tentada há dias e pode ser finalmente anunciada no fim de semana que vem pelo próprio Lula.

Por trás da discussão, está a convicção de que o ex-presidente funcionará ajudando a alavancar o nome de Haddad, em São Paulo, e o de Jerônimo Rodrigues, candidato do PT ao governo baiano.

Política Livre

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

TSE decide que coligações podem ter mais de uma candidatura ao Senado

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu nesta terça-feira (21), por unanimidade, que partidos que compõem uma coligação podem lançar mais

 

Em Santaluz, ACM Neto é recebido por multidão e prefeito do Avante reafirma apoio: ‘O seu compromisso é verdadeiro’

Pré-candidato a governador, ACM Neto (União Brasil) foi recebido por uma multidão em Santaluz, na região do Sisal, na noite

 

Vinda de Lula à Bahia depende ainda de negociação com Fernando Haddad em São Paulo

Defendida pelo senador Jaques Wagner (PT) e o comitê extra-oficial de campanha do petista, a vinda do ex-presidente Lula para