Bahia – ACM Neto lidera ao governo com 47% das intenções de voto contra 19% de Jaques Wagner, diz pesquisa datAcerta

Pesquisa do Instituto datAcerta obtida com exclusividade pelo site Política Livre, aponta a liderança isolada do ex-prefeito de Salvador e pré-candidato do DEM ao governo da Bahia, ACM Neto, na disputa pelo Palácio de Ondina em 2022 com 47% das intenções de voto. No mesmo levantamento, o senador Jaques Wagner (PT) surge com 19%.

Ainda neste cenário estimulado, Otto Alencar (PSD), João Leão (PP), João Roma (Republicanos) e Marcelo Nilo (PSB) aparecem com 1%. Raíssa Soares (Patriota) e Hilton Coelho (PSOL) têm 0%. Os indecisos ou os que não sabem em quem votar são 18% e brancos e nulos chegam a 11%.

No cenário espontâneo, ACM Neto também lidera, com 17% das intenções de voto, seguido por Rui Costa (PT), com 9%, e Jaques Wagner (PT), com 3%; “Candidato do PT” tem 1%. Os indecisos somam 65%; brancos e nulos, 5%. Os demais candidatos que figuraram na espontânea não saíram de zero ponto percentual na espontânea.

Num cenário em que são apresentados apenas os nomes de ACM Neto e Jaques Wagner, o democrata venceria com 49% das intenções de voto e o petista teria 21%. Os votos brancos e nulos seriam 12%; indecisos/não sabem, 18%.

A pesquisa foi realizada de forma presencial com 1002 eleitores maiores de 16 anos, entre os dias 3 e 8 de dezembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais e o nível de confiabilidade do levantamento é de 95%.

Davi Lemos/Política Livre

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

Bolsonaro, Lula e Ciro no mesmo dia em Salvador ligam alerta para segurança

Com a presença dos presidenciáveis Jair Bolsonaro (PL), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Ciro Gomes (PDT), as comemorações

  

Vanderlei Luxemburgo anuncia pré-candidatura ao Senado por Tocantins

Vanderlei Luxemburgo vai dar um novo rumo à sua trajetória. Nesta quarta-feira, o técnico Vanderlei Luxemburgo anunciou que é pré-candidato

  

Guimarães é exonerado, a pedido, e Daniella Marques é nomeada presidente da Caixa

O pedido de exoneração de Pedro Guimarães da presidência da Caixa Econômica Federal, já anunciado em carta de demissão por