Falta de controle em importação de cacau pode deixar produção baiana em risco, alerta Sandro Régis

O deputado estadual Sandro Régis (União Brasil) se associou à manifestação de produtores de cacau da Bahia contra a importação de amêndoas de cacau vindas da Costa do Marfim, na África. Ele alerta que existe o risco da chegada de pragas e doenças quarentenárias que não existem no Brasil – já que o país africano não segue os mesmos cuidados adotados e exigidos aqui.

“A Bahia é o maior produtor de cacau do Brasil e temos aqui todo um cuidado para garantir produção de excelência. Esse esforço não pode ficar vulnerável aos riscos internacionais a ponto de comprometer nosso bom desempenho”, afirma Sandro Régis, ao lembrar que em 2021 a Bahia respondeu por 71,30% do cacau produzido no país.

Esta semana uma mobilização da Associação Nacional dos Produtores de Cacau (ANPC) pediu a derrubada da Instrução Normativa Nº 125 (IN125), publicada gestão anterior do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que retirou a exigência fitossanitária para amêndoas importadas da África, como o uso de brometo de metila – gás que age como uma espécie de inseticida.

Sem a devida proteção, a Bahia fica exposta a pragas existentes naquele país, como a Striga spp e a Phytoptura, com a possibilidade de atingir outras culturas alem do cacau, como soja, milho, arroz, feijão, cana-de-açúcar e sorgo.

“Essa falta de controle pode gerar prejuízos incalculáveis para a agricultura e economia do nosso Estado”, adverte o deputado Sandro Régis, ao reiterar cobrança para que o governo baiano atue com firmeza nessa questão a fim de preservar a cadeia produtiva regional.

O lote de 13 mil toneladas de amêndoas de cacau africano chegou ao porto de Ilhéus ainda no final do ano passado e desde então virou motivo de preocupação no segmento.

A ANPC revelou também que, além de não conduzir as lavouras de modo sustentável como acontece na Bahia, a produção africana ainda envolve mão de obra escrava e exploração infantil nos campos cacaueiros.

Informe Baiano

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

 

Salvador – Mais de 30 pré-candidatos deixam Solidariedade e filiam-se aos partidos da base de Bruno Reis

Um grupo com mais de 30 pré-candidatos a vereador deixaram o Solidariedade, que faz parte da base do governo Jerônimo

 

Salvador –  Bruno Reis lidera intenções de votos em todos os cenários

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (União), segue liderando as pesquisas de intenções de votos. Na mais recente, feita pela

 

Salvador – Duas outras boas notícias para Bruno Reis relativas à pesquisa AtlasIntel

Além da excelente notícia para Bruno Reis (União Brasil), faltando sete meses para o pleito, de que ele pode levar