Futebol – Palmeiras inicia preparação para final do Mundial de clubes

O Palmeiras começou sua preparação para a decisão do Mundial dando prioridade ao descanso. Só o goleiro Weverton e os reservas foram ao campo do Zayed Sports City Stadium, em Abu Dhabi, nesta quarta-feira (9), enquanto os titulares fizeram um trabalho regenerativo no hotel onde a delegação alviverde está hospedada.

Após testes negativos de Covid-19, familiares dos jogadores foram liberados para encontrá-los e com eles almoçar. O clima era de tranquilidade e confraternização, apesar da tensão envolvida na partida final, contra o Chelsea, marcada para as 13h30 (de Brasília) de sábado (12), no estádio Mohammed Byn Zayed.

Os atletas acompanharam em um telão a vitória por 1 a 0 do time londrino sobre Al Hilal, resultado que definiu o segundo finalista nos Emirados Árabes Unidos. O campeão europeu teve bastante dificuldade diante do campeão asiático e levou pressão no segundo tempo, depois de ter marcado o único gol do jogo no primeiro tempo, com Lukaku.

O técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, esteve no estádio ao lado dos analistas de desempenho Tiago Costa e Rafael Costa. Observou as boas jogadas construídas pelo Chelsea pelas pontas e percebeu a dificuldade que causa a força do centroavante Lukaku. Mas viu também fragilidades defensivas que podem ser exploradas, como a marcação pelo lado esquerdo.

O Palmeiras já havia assegurado no dia anterior sua presença na decisão. Diante do Al Ahly, do Egito, o campeão sul-americano se impôs e triunfou por 2 a 0, gols de Raphael Veiga e Dudu. Quando cresceram no duelo e ensaiaram uma pressão, os campeões africanos já estavam em desvantagem de dois gols e não conseguiram mudar os rumos.

“O ambiente está muito agradável, muito tranquilo”, observou o lateral direito Marcos Rocha, aliviado com a vitória sem sustos. “Ontem [terça], a gente sabia o que tinha que fazer. Existia um plano muito bem elaborado pelo Abel, pela direção, que conseguiu montar uma estrutura fantástica para a gente se adaptar a tudo.”

Agora, o desafio é maior. O título ficou com um clube da Europa nas últimas oito edições do Mundial. O último representante do velho continente a perder a taça, porém, foi justamente o Chelsea, que foi derrotado pelo Corinthians em 2012 e não teve uma estreia contundente no torneio atual.

“O futebol não engana mais a gente. Todos se preparam muito bem, e a gente enfrentou uma equipe que investiu milhões para estar aqui”, afirmou o zagueiro Thiago Silva, que não vê vantagem de nenhum dos lados na decisão. “O Palmeiras é grande e está mais forte com a presença da torcida aqui. Também somos fortes. Acho que não tem favoritismo”, concluiu o beque do time inglês.

Caderno dos Esportes

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

TSE decide que coligações podem ter mais de uma candidatura ao Senado

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu nesta terça-feira (21), por unanimidade, que partidos que compõem uma coligação podem lançar mais

 

Em Santaluz, ACM Neto é recebido por multidão e prefeito do Avante reafirma apoio: ‘O seu compromisso é verdadeiro’

Pré-candidato a governador, ACM Neto (União Brasil) foi recebido por uma multidão em Santaluz, na região do Sisal, na noite

 

Vinda de Lula à Bahia depende ainda de negociação com Fernando Haddad em São Paulo

Defendida pelo senador Jaques Wagner (PT) e o comitê extra-oficial de campanha do petista, a vinda do ex-presidente Lula para