Geraldo Alckmin se desfiliará do PSDB em setembro

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin dificilmente estará no PSDB no dia 20 de setembro. Aliados afirmam que ele estabeleceu o início das prévias tucanas como a data limite para permanecer no partido que ajudou a fundar. A informação é da coluna de Guilherme Amado, do portal Metrópoles.

No dia 20 de setembro que terminam as inscrições dos tucanos que planejam disputar as prévias presidenciais. No partido, a data é considerada a largada oficial da disputa que deverá opor os governadores de São Paulo, João Doria, e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite. O senador Tasso Jereissati ainda avalia se participará.

Alckmin deixará o PSDB porque se negou a disputar uma prévia com o atual vice-governador, Rodrigo Garcia, para conquistar o direito de concorrer ao governo de São Paulo. Ele tem conversas avançadas para se candidatar ao cargo pelo PSD.

Poder & Política

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

TSE atualiza sistema Filia após falsa filiação de Lula ao PL de Bolsonaro

O Sistema de Filiação Partidária (Filia), do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), voltou ao ar na sexta-feira, 16, com nova camada

 

Manifestação no dia 25 será o primeiro ato convocado por Bolsonaro depois do 8 de Janeiro

O ato em apoio a Jair Bolsonaro (PL) no próximo dia 25 na Avenida Paulista, em São Paulo, será a

 

Salvador – Otto Alencar reafirma que PSD não indicará vice para compor chapa de Geraldo Jr.

O presidente do PSD na Bahia, senador Otto Alencar, reafirmou nesta terça-feira (30) que seu partido não indicará nenhum nome