Internacional – Boris elogia AstraZeneca em reunião bilateral, e Bolsonaro diz que não se vacinou

Em Nova York para participar da Assembleia-Geral das Nações Unidas, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) teve um encontro com o premiê britânico, Boris Johnson, nesta segunda (20). O líder do Reino Unido aproveitou o espaço para elogiar a vacina da Oxford-AstraZeneca, desenvolvida pelo país, e lembrar que já tomou as duas doses. Em resposta, o mandatário brasileiro disse que ainda não se vacinou e, na sequência, riu.

De acordo com relato de um repórter do tabloide londrino Evening Standard que estava na reunião, Johnson teria dito que “AstraZeneca é uma ótima vacina; eu a tomei”. No final do encontro, emendou: “Obrigada a todos, eu já tomei as duas doses”. Bolsonaro, então, apontou para si mesmo e, por meio de um intérprete, disse, rindo, que ele não havia tomado.

O Evening Standard, jornal centenário, descreveu o presidente brasileiro como “o populista de direita” que “tem feito afirmações estranhas sobre as vacinas, incluindo que elas poderiam transformar pessoas em crocodilos.”

Outros assuntos foram tratados na reunião. O premiê britânico Boris Johnson prometeu ao presidente Jair Bolsonaro que irá rever os bloqueios à entrada de viajantes no Reino Unido em 4 de outubro, segundo um dos participantes que esteve no encontro entre os dois líderes em Nova York.

O Brasil está na chamada lista vermelha, que exige aos viajantes que chegam ao Reino Unido cumpram quarentena em hotéis designados pelo governo. Com a revisão, poderia ter condições mais brandas.

Sem a liberação de entrada, os brasileiros terão dificuldade para viajar para a COP-26, conferência do clima que será realizada em Glasgow, na Escócia, em novembro.

Boris também teria elogiado a antecipação da meta brasileira de neutralidade de carbono de 2060 para 2050, anunciada na cúpula do clima, em abril.

A reunião também tratou da possibilidade de o Reino Unido enviar recursos para ajudar o Brasil a reduzir a emissão de poluentes e preservar a natureza e de acordos comerciais. “Brincamos que eles querem vender uísque para nós e nós queremos vender café”, comentou o participante.

Folhapress

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

Wenceslau Guimarães – Prefeito Kaká reúne-se com o governador para tratar da BA 120 e outras demandas

O prefeito de Wenceslau Guimarães (WG), Carlos Alberto Liotério (Kaká), se reuniu na tarde desta quarta-feira (1º), com o governador

  

Bolsonaro regulamenta vale-gás a famílias de baixa renda

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta quinta-feira, 2, em solenidade no Palácio do Planalto, decretos que regulamentam dois novos programas