Mulher passa mal e descobre pano ‘esquecido’ dentro de ânus 6 meses após cesárea

Após sentir fortes dores na região abdominal uma mulher deu entrada em uma unidade hospitalar do interior de São Paulo onde se constatou a presença de um pano dentro do ânus da paciente. Franciele Cristina da Silva, 35 anos, passou por uma cesárea no Centro de Referência da Saúde da Mulher de Ribeirão Preto (Mater), no interior de São Paulo no dia 30 de setembro. Ao que tudo indica, o material foi deixado dentro do corpo dela durante o procedimento.

Conforme divulgou o Portal Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, a dona de casa começou a passar mal em janeiro. A mulher procurou o Mater, mas nenhum exame foi feito e a mãe continuou lidando com as dores nos últimos dois meses.

Em entrevista ao G1, o marido de Franciele, Fabiano Moreira da Cruz, relatou que a esposa ficou os últimos dois meses tomando dipirona para suportar o incômodo constante. Foi então que, no último dia 11, as dores abdominais começaram a aumentar. Ela percebeu que um pedaço de pano começou a sair quando tentou evacuar.

Franciele procurou atendimento no Mater, onde uma médica tentou puxar o pano, mas não conseguiu retirá-lo. A mulher foi transferida imediatamente para o Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, onde passou por tomografia de abdômen e pelve. Os exames indicaram inflamação no reto.

Bahia Noticias

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

TSE decide que coligações podem ter mais de uma candidatura ao Senado

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu nesta terça-feira (21), por unanimidade, que partidos que compõem uma coligação podem lançar mais

 

Em Santaluz, ACM Neto é recebido por multidão e prefeito do Avante reafirma apoio: ‘O seu compromisso é verdadeiro’

Pré-candidato a governador, ACM Neto (União Brasil) foi recebido por uma multidão em Santaluz, na região do Sisal, na noite

 

Vinda de Lula à Bahia depende ainda de negociação com Fernando Haddad em São Paulo

Defendida pelo senador Jaques Wagner (PT) e o comitê extra-oficial de campanha do petista, a vinda do ex-presidente Lula para