Reporter da GloboNews é agredido em Aparecida por bolsonarista

O repórter cinematográfico Leandro Matozo, da GloboNews, foi agredido por um homem dentro do Santuário Nacional de Aparecida na tarde desta terça-feira (12).

Segundo testemunha contou à reportagem, a briga teve início quando um homem, supostamente apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), questionou Matozo e o repórter Victor Ferreira, também da GloboNews, sobre o motivo de a Globo “só falar mal do Bolsonaro”.

Nas redes socias, Matozo explicou o que aconteceu. “Amigos e amigas, já faz um bom tempo que nós do jornalismo estamos convivendo com ofensas, ameaças e agressões. Hoje a vítima fui eu”, escreveu.

Ele contou que acordou de madrugada para trabalhar na cobertura do Dia de Nossa Senhora Aparecida, no Santuário Nacional, e que, no fim da tarde, após a visita do presidente, a equipe decidiu fazer uma gravação externa, em frente à Basílica.

“Fomos surpreendidos por um apoiador do presidente Bolsonaro. Ele nos abordou com xingamentos contra a TV e não parou. Em determinado momento, disse: ‘SE PUDESSE MATARIA VOCÊS'”, escreveu Matozo.

Após a ameaça, o cinegrafista conta que seu parceiro de cobertura, o repórter Victor Ferreira, gritou para os policiais que estavam próximos. “O agressor continuou me insultando e, em seguida, deu uma cabeçada no meu rosto. Meu nariz sangrou muito na hora. As medidas judiciais estão em andamento”, disse Matozo na postagem. “A liberdade de imprensa é essencial para o progresso desse país.”

Ferreira também se manifestou nas redes sociais. “Já fiz denúncias graves e cobri tragédias com o @umdiadematozo. Hoje, no que deveria ser uma cobertura mais tranquila, dentro do Santuário de Aparecida, um apoiador de Bolsonaro nos abordou para insultar e deu uma cabeçada no meu amigo Matozo, rep. cinematográfico. Resultado”, e postou uma seta apontando a foto do colega com nariz sangrando.

Em nota, a Polícia Militar afirmou que policiais foram acionados para atender a uma ocorrência de desinteligência entre duas pessoas, na tarde desta terça-feira (12), por volta das 17h, no pátio do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida.

“No local, os agentes encontraram as partes e uma delas estava com ferimentos – o homem se recusou a passar por atendimento médico. Os dois foram ouvidos pelos policiais, que registraram um BOPM, e os orientaram a prosseguir com o registro do fato pela Polícia Civil, que está à disposição para a formalização do boletim de ocorrência”, afirma a nota da PM.

Bastidores do Poder

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

 

Apesar de desgastes, aliados de Lula e Alckmin veem aliança pavimentada

Apesar de ter apresentado desgastes, a chapa conjunta entre o ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador Geraldo Alckmin (sem partido)

 

Moro desafia Lula para debate ‘sobre mensalão e petrolão’

Estreante numa campanha eleitoral, o pré-candidato à Presidência pelo Podemos, Sérgio Moro, se tornou alvo de desafios para debates cara

 

União Brasil já tem 3 nomes de vice para a disputa pela presidência

Mesmo sem saber qual candidato vai apoiar nas eleições presidenciais de outubro, o União Brasil já tem três nomes de