Salvador – Em visita a Brasília, Bruno Reis grava vídeo ao lado de Bolsonaro e Roma

Em visita a Brasília nesta quarta-feira, o prefeito Bruno Reis (DEM) fez questão de publicar um vídeo nas redes sociais ao lado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e também do ministro da Cidadania João Roma (Republicanos).

O chefe do executivo da capital baiana comemorou a aprovação de um financiamento no valor de 125 milhões de dólares através do Banco Mundial para ações na área social, saúde e educação.

“Quero, em nome da cidade de Salvador, agradecer o apoio a essa iniciativa que vai ajudar muita para trazer melhorias, principalmente para quem mais precisa”, disse o prefeito. “É uma satisfação poder atender a Salvador e a nossa Bahia. Conte com o nosso apoio. Estou muito feliz com a sua presença aqui”, respondeu Bolsonaro.

Esse é o primeiro registro de Bruno com Roma após o republicano ter assumido o Ministério. O deputado federal licenciado rompeu com o presidente nacional do Democratas, ACM Neto, após ter aceitado o convite de Bolsonaro para assumir o cargo. Desde então, nomes ligados ao ministro foram exonerados da prefeitura. Roma é especulado como possível candidato ao Governo da Bahia em 2022 com o apoio do presidente.

Também participaram do encontro os deputados federais baianos Márcio Marinho (Republicanos), Arthur Maia (DEM) e João Bacelar (PL).

Fonte: Bahia.ba

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

 

Apesar de desgastes, aliados de Lula e Alckmin veem aliança pavimentada

Apesar de ter apresentado desgastes, a chapa conjunta entre o ex-presidente Lula (PT) e o ex-governador Geraldo Alckmin (sem partido)

 

Moro desafia Lula para debate ‘sobre mensalão e petrolão’

Estreante numa campanha eleitoral, o pré-candidato à Presidência pelo Podemos, Sérgio Moro, se tornou alvo de desafios para debates cara

 

União Brasil já tem 3 nomes de vice para a disputa pela presidência

Mesmo sem saber qual candidato vai apoiar nas eleições presidenciais de outubro, o União Brasil já tem três nomes de