Vereadores de Gandu aprovam Projeto de Lei que vai trazer moradia digna para 124 famílias

Na última quinta-feira (11), foi enviado pelo prefeito Leonardo Cardoso (PP) o Projeto de Lei Nº 005/2022 de 10 de maio de 2022, que abre ao Orçamento da Seguridade Social do Município, crédito adicional especial até o valor de 9.117.000,00, para construir 124 unidades habitacionais para população em situação de vulnerabilidade, proporcionando assim o acesso à moradia adequada e regular, bem como o acesso aos serviços públicos, reduzindo a desigualdade social e promovendo a ocupação urbana planejada.

Ao chegar nas comissões conjuntas de Constituição, Justiça e Redação de Leis, Finanças, Orçamento, Contas, Fiscalização e Serviços Públicos e a Comissão de Assistência Social, Trabalho e Renda, os presidentes da CCJ e de Finanças e Orçamento, Adeilton Leal – Bozó (Podemos) e Jr. Matos (PSB), respectivamente, solicitaram do poder executivo que enviasse para participar da discursão nas comissões temáticas, representantes das 03 pastas responsáveis pelo projeto, dotação e execução. O que foi prontamente atendido pela gestão e, já na segunda-feira (16), compareceram ao plenário da câmara municipal, os seguintes membros: Dr. Caio Vinhas (Desenvolvimento Social), Miguel Dias (Contabilidade) e Virgílio Filho (SEINFRA), com a importante participação do procurador jurídico da casa, o Dr. Marcos Eduardo Fernandes.

O presidente da CCJ, vereador abriu os trabalhos, explanando o porquê do convite para a participação do executivo. Segundo o parlamentar, quando se refere a valores, sobretudo se tratando de recursos públicos, é preciso que a população possa está sabendo de onde está vindo, onde e de qual forma será invertido, abrindo a fala para os representantes das respectivas pastas. Em seguida os demais edis, formularam perguntas concernentes a matéria, que foram prontamente respondidas adequadamente.

Depois de amplamente discutido nas comissões, o presidente da casa, vereador Claudiano Nery Santana – Bilisco (PP), convocou para a manhã desta terça-feira (17) uma sessão extraordinária e sem ônus para o município, onde além do mesmo compareceram os seguintes vereadores:

Fábio de Raquel (PP), Ariella Calheira (UB), Bozó (PODE), Piloto de Chicurinha (Republicanos), Onofre Braga (PDT), Jú (PL), Euvércio Borges (UB), Duce (PP) e Jr. Matos (PSB), totalizando 11 parlamentares, tendo assim quórum suficiente para a deliberação da propositura.

Colocada em discursão, o presidente da CCJ, Adeilton Leal (Bozó), explanou o motivo pelo qual o recurso que será recebido através de um convênio celebrado entre o governo do estado e o município, deve ser adicionado no orçamento 2022, para que assim o prefeito possa então executar esta grande obra, que atenderá as demandas das famílias atingidas pelas enchentes do final do ano. Acompanhando a explanação de Bozó, o líder da oposição, vereador Piloto, afirmou ter entendido e que jamais votaria contra a um Projeto que venha favorecer a população, o que foi acompanhado pelo colega de bancada, Onofre Braga.

Fábio de Raquel, no entanto, falou da responsabilidade e postura das comissões, que dirimiram qualquer dúvida, afirmando o compromisso do seu mandato para com a municipalidade, tendo sua fala corroborada pela vereadora Duce.

A vereadora Ariella, também fez questão de enaltecer o papel fundamental das comissões, bem como da iniciativa da gestão municipal. O vice-líder da bancada governista, Jr. Matos. Agradeceu em nome do prefeito Léo de Neco, tanto a aprovação, quanto a dedicação dos pares, para apreciar, inclusive com requerimento dispensando interstício de Lei, para que este tão importante benefício chegue a quem de direito.

Colocado em votação, foi aprovado por unanimidade dos vereadores presentes e, agora segue para que o alcaide sancione e proceda o tramite legal com o governo do estado, salientando que as unidades habitacionais, será construidas em um loteamento, com rede de esgoto, pavimentação, energia, água encanada e demais estrutruras nescessárias.

Gostou desse artigo?

Share on facebook
Facebook
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

  

TSE decide que coligações podem ter mais de uma candidatura ao Senado

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) decidiu nesta terça-feira (21), por unanimidade, que partidos que compõem uma coligação podem lançar mais

 

Em Santaluz, ACM Neto é recebido por multidão e prefeito do Avante reafirma apoio: ‘O seu compromisso é verdadeiro’

Pré-candidato a governador, ACM Neto (União Brasil) foi recebido por uma multidão em Santaluz, na região do Sisal, na noite

 

Vinda de Lula à Bahia depende ainda de negociação com Fernando Haddad em São Paulo

Defendida pelo senador Jaques Wagner (PT) e o comitê extra-oficial de campanha do petista, a vinda do ex-presidente Lula para